- Ache os Cursos e as Faculdades certas para você! Clique aqui!

- Bolsas de Estudo - são mais de 1.200 faculdades oferecendo descontos de até 75%! Saiba mais!

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Home : notícias

Estão abertas as inscrições para o vestibular Fuvest 2016: ingresso na USP e Faculdade de Ciências Médicas de São Paulo

Fonte: Agência USP

21/08/2015


Começou nesta sexta-feira (21/08) o período de inscrições para o vestibular Fuvest 2016 que selecionará 9.568 candidatos para a USP e 120 para o Curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, totalizando 9.688 vagas. O vestibular do ano passado teve 141.888 inscrições.

A USP oferece 249 cursos de graduação distribuídos em oito campi no estado de São Paulo nas cidades de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos e São Paulo.

A inscrição deverá ser feita exclusivamente pelo site da Fuvest. O programa de inscrição solicitará os dados necessários. A taxa de inscrição, no valor de R$ 145,00 (o mesmo do ano passado), poderá ser paga em bancos ou pela internet, até a data-limite de 10 de setembro, usando o boleto gerado até 9 setembro, último dia de inscrição. O candidato deverá utilizar o seu próprio número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e o número do seu Documento de Identidade.

O candidato que completar a inscrição no prazo e pagar a taxa de inscrição até o dia 10 de setembro, receberá um número de inscrição que poderá ser consultado no site da Fuvest a partir do dia 25 de setembro. Esse número permitirá ao inscrito encontrar os locais onde fará as provas de primeira e segunda fases.

Depois do término das inscrições, caso precise retificar informações fornecidas como carreira, curso, cidade escolhida para a realização das provas, endereço residencial, telefone, endereço eletrônico, deve fazê-lo até às 23h59 do dia 10 de setembro. Não será possível a retificação do número do CPF do candidato.

Provas

As provas da primeira fase serão realizadas em 32 municípios do estado de São Paulo. Na região metropolitana haverá exames em Barueri (com Santana do Parnaíba), Carapicuíba, Diadema, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Taboão da Serra e São Paulo. No interior do estado a Fuvest aplicará provas em Barretos, Bauru, Campinas, Fernandópolis, Franca, Jaú, Jundiaí, Limeira, Lorena, Marília, Mogi Mirim, Piracicaba, Pirassununga, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Taubaté.

Na segunda fase, os candidatos convocados que se inscreverem em Barretos farão as provas em Ribeirão Preto; os de Fernandópolis deverão se deslocar até São José do Rio Preto e os de Jaú e Marília serão realocados para Bauru.

A primeira fase será realizada num domingo (29/08), com início às 13 horas. A prova conterá 90 questões sobre do núcleo comum obrigatório do Ensino Médio: Português, História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia, Inglês e terá algumas questões interdisciplinares. Todas as questões serão de múltipla escolha, com cinco opções de resposta. A duração da prova será de cinco horas.

Os estudantes convocados para a segunda fase farão mais três provas. No dia 10 de janeiro de 2016 responderão dez questões de Português e farão uma Redação; no dia 11 de janeiro de 2016 a prova constará de 16 questões sobre o núcleo comum obrigatório do Ensino Médio (História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia, Inglês). As questões poderão abranger conhecimentos de mais de uma disciplina, inclusive Português. No dia 12 de janeiro, a prova terá 12 questões de duas ou três disciplinas (seis ou quatro de cada), de acordo com a carreira escolhida. Todas as provas terão quatro horas de duração.

Em relação à Nova Ortografia, a Fuvest avisa que obedecerá a legislação vigente.

A primeira chamada será feita no dia 2 de fevereiro de 2016. A partir desta data, o candidato poderá ter acesso ao seu desempenho no Concurso Vestibular pelo site da Fuvest na seção “Usuários”.

Além dessas vagas pelo Vestibular, a USP oferece outras 1.489 pelo sistema SiSu. Essa modalidade de ingresso será administrada pela Reitoria de Graduação da USP.

Inclusão social

O Inclusp é o programa de Inclusão Social da USP. Busca estimular o ingresso de estudantes egressos do ensino médio público do Brasil. Tem como objetivos principais, atuar positivamente na superação das barreiras que dificultam o acesso à USP de estudantes egressos da escola pública; incentivar a participação desses estudantes no vestibular organizado pelo Fuvest e apoiar com bolsas de estudo e outras ações a permanência desses estudantes nos cursos para os quais foram aprovados na USP.

Uma  das ações do Inclusp é o Sistema de Pontuação Acrescida. Por meio dele, os estudantes que cursaram ou estejam cursando integralmente o Ensino Médio em escolas da rede pública do Brasil poderão optar pela Pontuação Acrescida, que atribuirá porcentual de acréscimo (bônus) na nota da 1ª fase, para efeito de progressão à 2ª fase do Vestibular, e na Nota Final de Classificação. Tem direito de optar pelo Sistema o candidato que cursou integralmente o ensino médio em escola pública brasileira (municipal, estadual ou federal), em cursos regulares ou na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), incluindo os cursos supletivos e de madureza.

Os candidatos com deficiência deverão dar essa informação ao realizar a inscrição. O programa gerará uma ficha que deverá ser preenchida e encaminhada, via postal registrada, postada até 11 de setembro com a documentação relacionada para esses casos. Uma equipe de especialistas analisará os documentos e comunicará ao candidato, até 23 de novembro, as condições que lhe serão oferecidas, em cumprimento à legislação brasileira.

Mais informações sobre o Inclusp e o Sistema de Pontuação Acrescida, no site do Programa.





Versão para impressão     Enviar para um amigo