- Ache os Cursos e as Faculdades certas para você! Clique aqui!

- Bolsas de Estudo - são mais de 1.200 faculdades oferecendo descontos de até 75%! Saiba mais!

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Home : notícias

FEI e Centro Paula Souza premiam nove projetos inovadores de professores de Etecs

Fonte: Imprensa FEI

28/04/2015


Com o objetivo de reconhecer e premiar as práticas docentes inovadoras na educação, foi realizada na semana passada (23/4) a cerimônia do Prêmio FEI – Inova Paula Souza. Inédito no Brasil, o prêmio é uma iniciativa do Departamento de Administração do Campus São Paulo da FEI em parceria com o Centro Paula Souza, destinada a professores de Escolas Técnicas do Estado de São Paulo (Etecs).


Em cerimônia no campus da FEI em São Paulo foram premiados três projetos em cada categoria: Empreendedorismo, Sustentabilidade e Inovação. Os primeiros lugares receberam 3 mil reais; os segundos lugares, 2 mil e os terceiros lugares, mil reais. “Foi um prêmio rigoroso e difícil de escolher os melhores. É uma satisfação saber que os professores estão fazendo um ótimo trabalho”, diz Edson Sadao, professor do curso de Administração da FEI e um dos coordenadores do Prêmio. Outros seis projetos receberam menção honrosa.


“Essa parceria da FEI com o Centro Paula Souza é muito importante porque estimula os professores a inovar e contribuir com a formação técnica e a inserção dos alunos no mercado de trabalho que está cada vez mais exigente”, diz Laura Laganá, Superintendente do Centro Paula Souza.


Na ocasião estava presente também o empresário Luís Norberto Paschoal, presidente da Holding DPaschoal e diretor do movimento “Todos pela Educação”, que ministrou uma palestra sobre a importância da educação e dos professores.


Para definir os ganhadores do Prêmio FEI - Inova Paula Souza foi formada uma banca examinadora por profissionais reconhecidos nas áreas de educação, empreendedorismo, sustentabilidade e inovação: Camila Cheibub Figueiredo, assessora da presidência da Fundação Educar DPaschoal; José Carlos Barbieri, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, mantida pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV); Juliano Seabra, presidente executivo da empresa Endeavor; Marcus Alexandre Y. Salusse, empresário e doutorando em Empreendedorismo na Eaesp-FGV; Maria Amélia Lopes Sampaio, assessora da presidência do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE); Ricardo Voltolini, presidente da empresa Ideia Sustentável; e Celso Fonseca, coordenador executivo do Observatório de Inovação da Universidade de São Paulo (USP).


Na próxima etapa do Prêmio será criada uma plataforma on-line com os projetos premiados, que poderão ser compartilhados entre todos os professores da rede das Etecs em São Paulo. Haverá ainda curso de capacitação para professores pré-selecionados e inscritos no Prêmio, com 60h de apresentações e discussão das melhores práticas.


Os vencedores


O vencedor da categoria Empreendedorismo é o projeto do professor do curso Técnico em Administração da Etec Gildo Marçal Bezerra Brandão (Perus/SP), Silvio Rodrigo dos Reis, "Prestar": alunos do Ensino Médio, por meio de uma empresa júnior, prestam serviços de consultoria administrativa, contábil e logística a microempresas da região de Perus, bairro da zona Norte de SP. Intitulado “Criação, implantação e administração de empresa júnior”, o projeto visa aprimorar a capacidade e habilidade gerencial, oratória e escrita dos alunos e proporcionar uma compreensão da vivência profissional, além de melhorar a gestão interna das empresas e o desenvolvimento econômico do bairro.


Na categoria Sustentabilidade venceu o projeto de Silvia Helena Ferreira Pagliarini Zen Gorayeb, professora da Etec José Martimiano da Silva, de Ribeirão Preto/SP. A ideia é buscar a participação solidária dos alunos na comunidade, por meio de uma campanha para ajudar entidades assistenciais, onde os alunos executam tarefas de acordo com a área de estudo. Os alunos do curso de Edificação, por exemplo, sugerem melhorias físicas, acessibilidade, orientações para economia de água e energia e plantio de árvores; já os estudantes do curso de Saúde Bucal são encarregados de desenvolver palestras, tanto para crianças e adolescentes, quanto para idosos. O intuito é ampliar os ensinamentos éticos e comportamentos sustentáveis, aliados aos conhecimentos técnicos adquiridos nos cursos.


O primeiro lugar na categoria Inovação é o projeto “Ensinando com QR CODE”, de autoria de Alison da Rocha Alves, professor da Etec zona Sul - Extensão CEU (bairro Vila Rubi/SP). A ideia é utilizar o Quick Response – QR Code (Código de Resposta Rápida) em sala de aula. O professor disponibiliza um tipo de código de barras, chamado QR Code, no qual o aluno, usando aplicativos gratuitos, escaneia o código através de aparelhos celulares e tablets. Após a decodificação, o código é direcionado a um conteúdo (textos, imagens, vídeos) cadastrado pelo professor. O uso da tecnologia proporciona um melhor aproveitamento do tempo do professor com o aluno, além de mais interação no aprendizado. A prática teve início em 2014 e continuará em 2015.


Demais premiados


Categoria Empreendedorismo:


2º Lugar – “Criação do plano de negócio na prática”, da professora Larissa Chadi e Silva Carrilho, Etec Antonio Devisate - Extensão EE Monsenhor Bicudo - Senador Salgado Filho (cidade de Marília/SP) -


3º Lugar – “Incubadora ETEC”, professor Helio Moreira da Silva, Etec Prof. Alfredo de Barros Santos (Guaratinguetá/SP)


Categoria Sustentabilidade


2º Lugar – “ETEC NH inovando na produção de biodiesel e glicerina”, da professora Juliana Tavares, da ETEC Profª Marinês Teodoro de Freitas Almeida (Novo Horizonte/SP)


3º Lugar – “CurtEENDEDORISMO: uma economia doméstica criativa como alternativa de combate à pobreza”, da professora Joana D’Arc Félix de Sousa, Etec Prof. Carmelino Corrêa Júnior (cidade de Franca/SP)


Categoria Inovação


2º Lugar – “Jornal histórico”, do professor Alfredo Tiago Oliveira Santos, da Etec Irmã Agostina (Interlagos/SP)


3º Lugar – “Construção colaborativa: estudo do emprego da folksonomia em sistemas e-learning”, do professor Bruno Zolotareff dos Santos, Etec (Ribeirão Pires/SP).


Sobre a FEI e o Centro Paula Souza


O Centro Universitário da FEI é mantido pela Fundação Educacional Inaciana "Pe. Sabóia de Medeiros", fundada em 1945, e está vinculado estatutariamente à Companhia de Jesus, responsável por sua orientação, sempre à luz dos princípios cristãos da defesa da Fé, da promoção da Justiça, da dignidade humana e dos valores éticos. A FEI integra a Rede Jesuíta de Educação e agrega marcas históricas de instituições de ensino de São Paulo: Faculdade de Engenharia Industrial, Escola Superior de Administração de Negócios e Faculdade de Informática. O Centro Universitário da FEI compreende ainda o Instituto de Pesquisas e Estudos Industriais (Ipei). É vinculado à Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc).


O Centro Paula Souza é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sdecti). A instituição administra 217 Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e 63 Faculdades de Tecnologia (Fatecs), que reúnem mais de 288 mil alunos em cursos técnicos de nível médio e superiores tecnológicos, em cerca de 300 municípios.





Versão para impressão     Enviar para um amigo